COMPETÊNCIAS DE UM PROFISSIONAL DA INDÚSTRIA 4.0

Quem é o profissional da indústria 4.0?

São indivíduos com a formação multidisciplinar e flexível, além do domínio de novos idiomas, ferramentas e competências emocionais. São capazes de se adaptarem facilmente a nova cultura de negócios e habilitados socialmente para desenvolverem trabalhos colaborativos.

Os profissionais da indústria 4.0 não desenvolvem funções repetitivas, muito pelo contrário, lidam de forma contextual e inovadora com processos, como machine to machine (M2M) em que as atividades são mais complexas, criativas e eficientes.

Quais são as habilidades deste profissional?

  • É flexível: A flexibilidade está intrínseca, a possibilidade de os funcionários ficarem mais disponíveis ao core business da empresa. Dessa forma, um engenheiro de rede, por exemplo, além de criar projetos para a eficiência e a evolução da infraestrutura de telecomunicação da empresa, poderá se dedicar a estratégias de segurança de TI, de forma multidisciplinar e agregar valor ao setor com seu conhecimento em outras matérias.A indústria 4.0 já criou essa possibilidade de novas funções dentro dos cargos já conhecidos. Avaliando esse contexto, permite então desenvolver pontos fortes de cada conjunto de tecnologia, reformulando os papéis dos colaboradores dentro das instituições.
  • Formação Multidisciplinar: O profissional da indústria 4.0 deve ter habilidades para lidar com robótica, matemática e empreendedorismo. Além disso, deve entender conceitos de segurança da informação e direito, para lidar com todo tipo de inovação.
  • Consegue ter um bom relacionamento interpessoal: Ter habilidades decisórias será um diferencial do profissional, fazendo com que ele consiga assegurar reações sociais e emocionais, no âmbito organizacional. Tudo por meio do trabalho de equipe, ações colaborativas e trabalho compartilhado. Nesse sentido, será possível deliberar por intermédio da criação de valor e liderar pelo exemplo, já que a formação multidisciplinar permite executar diferentes funções. A integração entre os diversos agentes da empresa e as ferramentas disponíveis facilitaram o processo de comunicação.
  • Tem visão técnica e sistêmica de processos: O profissional que está envolvido na indústria 4.0 precisa ter uma visão técnica, isso é resultado da sua formação multidisciplinar, competências de engenharia elétrica, mecânica e de automação. Além disso, deve saber olhar de forma sistêmica para os processos da empresa e seus respectivos reflexos.
  • Apresenta percepção de urgência: Implementar métodos automatizados e a robótica nas empresas, muitas vezes não implica a dispensa dos funcionários, já que crescerá a demanda pela execução de tarefas estratégicas e de monitoramento. A necessidade de reparo de um equipamento, por exemplo, deve ocorrer em tempo hábil. Por meio da integração com aplicativos, o profissional tomará conhecimento do fato e deverá discernir acerca da urgência de ações.

Como podemos ajudar você?

Entre em contato conosco no escritório mais próximo de você,  ou faça uma consulta online.

NOS CONSULTE PARA UM ORÇAMENTO!